Trindade do Sul – Professores da Escola Zenir Ghizzi da Silva realizam paralisação

0

A luta dos professores segue, por uma melhor qualidade de ensino e pelo não corte de verbas referentes à educação.

De braços cruzados e mãos dadas, os professores da Rede de Ensino Estadual realizam nesta quinta-feira (02), uma paralisação. Estivemos com a equipe de reportagem na Escola Zenir Ghizzi da Silva para esclarecer o motivo da parada.

Foram abordados junto ao CPERS-Sindicato que representa mais de 80 mil professores (as), funcionários (as) de escolas da rede estadual de todo o Rio Grande do Sul, os pontos de pagamento salarial em dia, reposição salarial, realização de concursos para professores e funcionários e a manutenção do plano de carreira.

De acordo com os professores Itamar Basso, representante da escola no CPERS, e Eli Fontana, o problema da dívida do Estado não é de despesa e sim de Receita e, os impostos deveriam ser cobrados de forma igualitária. Segundo levantamento do Sindicato são 15 bilhões de reais somando as sonegações e isenções fiscais, por parte das grandes empresas. “Se desse montante, cinco bilhões fossem cobrados dos grandes empresários, o problema do caixa do Estado estaria resolvido”, afirma Eli Fontana.

A luta dos professores segue, por uma melhor qualidade de ensino e pelo não corte de verbas referentes à educação. As aulas retornam amanhã, sexta-feira (03).

Reportagem/Foto: João Gabriel Frandoloso

Compartilhar

Deixe uma resposta