Polícia Civil realiza 45 prisões durante participação na Operação Fronteira Sul

0

 

Iniciada na última quinta-feira (30) e se estendendo até sábado (01), a Polícia Civil participou da Operação Fronteira Sul, realizada pelo Exército Brasileiro, com o objetivo de impedir a passagem de produtos contrabandeados e ilícitos nas regiões fronteiriças. A operação também contou com a participação de vários órgãos, dentre eles Polícia Rodoviária Federal, Brigada Militar, Receita Federal e Estadual, Agência Brasileira de Inteligência, Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis e Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

Durante esse período, 353 policiais civis, além de ajudarem na fiscalização e revista de veículos e pessoas na busca de produtos ilícitos, cumpriram 73 mandados de busca e apreensão e prenderam 45 pessoas. Das prisões realizadas pela Polícia Civil, 21 foram em cumprimento de ordens judiciais de prisão e 24 ocorreram em flagrante.

Além das 18 armas de fogo apreendidas, destaca-se a apreensão de 12,6 quilos de explosivos, localizados em um imóvel na cidade de Caxias do Sul. Suspeita-se que esses explosivos, com dispositivos para acionamento à distância, poderiam ser utilizados em explosões de caixas eletrônicos e instituições bancárias no Estado.

Dentre as drogas apreendidas estão mais de 16 quilos de maconha, quase meio quilo de cocaína e 1,35 quilos de crack. Os policiais civis ainda apreenderam oito veículos no transcorrer da ação.

Segundo o Subchefe de Polícia, delegado Leonel Fagundes Carivali, o envolvimento e empenho dos policiais civis do Departamento de Polícia Metropolitana, do Departamento de Polícia do Interior, do Departamento Estadual de Investigações do Narcotráfico e do Departamento Estadual de Investigações Criminais foram fundamentais para o resultado positivo alcançado ao final da operação. “As prisões e apreensões feitas nesse período por nossos policiais civis, dos departamentos envolvidos nessa operação, demonstram o trabalho qualificado no cumprimento dos mandados e das buscas realizadas”, disse Carivali.

Para o Chefe de Polícia, delegado Emerson Wendt, o trabalho realizado de forma integrada foi essencial para o sucesso da operação. “Operações conjuntas, realizadas por vários órgãos da área de segurança pública, são importantíssimas, sobretudo na área de fronteira. O número de policiais civis que participaram da Operação Fronteira Sul, bem como a quantidade de prisões e de apreensões realizadas reafirma o comprometimento da Polícia Civil em ‘Servir e Proteger’, além de contribuir com os demais órgãos e instituições que, igualmente, zelam pela segurança e bem estar dos cidadãos”, afirmou Wendt.

Compartilhar

Deixe uma resposta