Planalto – Polícia busca por menino de 11 anos que desapareceu de dentro de casa

0

Rafael Mateus Winques reside com a mãe e o irmão de 16 anos no Município de Planalto e está desaparecido há cinco dias.  Quem tiver informações sobre o paradeiro de Rafael deve entrar em contato com a Polícia Civil pelo telefone (55) 3794-1340, com a Brigada Militar pelo 190 ou com o Conselho Tutelar pelo (55) 37942050 ou (55) 99696-1574.

O sumiço de um menino de 11 anos intriga um município de 10 mil habitantes no norte do Rio Grande do Sul. Rafael Mateus Winques está desaparecido há cinco dias em Planalto. Segundo o relato da mãe à Polícia Civil, ela percebeu na manhã de sexta-feira (15) que o filho não estava mais dentro de casa. Ele teria desaparecido durante a madrugada.

Na manhã desta quarta-feira (20), o delegado Ercílio Carletti retornou à casa onde o menino vive com a mãe e o irmão de 16 anos para ouvir a família mais uma vez. Segundo o delegado, os parentes contam que Rafael dormiu no quarto dele na noite de quinta-feira, mas durante a manhã seguinte, por volta das 8h, a mãe percebeu que ele não estava em casa.

Ela relatou ter imaginado inicialmente que o menino estava na casa da avó, que fica do outro lado da rua. Mas descobriu, ainda durante a manhã, que o filho não tinha ido até lá. A porta da frente de casa estava aberta, com a chave pelo lado de dentro.

—  Depois disso, ela foi ao Conselho Tutelar e o caso chegou até nós — conta o policial.

Ainda conforme o delegado, a polícia fez buscas pela cidade, assim como os familiares. Rafael possui um celular, mas não foi levado. Conforme o policial, o menino não teria retirado nenhum outro objeto de dentro de casa. A polícia acredita, com base no relato da mãe, que ele estivesse vestindo uma camiseta do Grêmio, calça de moletom preta, chinelos e óculos de grau, já que essa roupa foi a única que sumiu do quarto dele.

A residência está localizada na área urbana, no entanto, é a última casa de uma rua que termina em um matagal extenso. Na segunda-feira (18), bombeiros, com auxílio de cão farejador, fizeram buscas nesse terreno, mas nenhuma pista do menino foi localizada.

A família estaria residindo em Planalto há cerca de dois anos. O pai do garoto mora em outro município e é agricultor. Segundo o delegado, no momento a polícia trabalha apenas com o desaparecimento, já que não há indicativos de que tenha acontecido um crime. O menino nunca havia sumido de casa antes.

— O que se sabe é que ele passou a noite em casa, em algum momento da manhã ou madrugada vestiu a roupa divulgada, abriu a porta, saiu e não retornou mais. Não tem nenhum sinal de arrombamento. A porta foi aberta de dentro para fora. Está sendo analisado o celular dele, mas não tem indicativo de nada. É uma família humilde, não teria recursos para pagar um resgate de sequestro ou algo nesse sentido. Mas para uma cidade como Planalto é algo muito incomum — afirma Carletti.

Ainda conforme o policial, nenhuma imagem de câmera que auxilie na investigação foi localizada até o momento.

Buscas na região

O Conselho Tutelar de Planalto divulgou nesta quarta-feira (20) uma publicação nas redes sociais na qual pede que a imagem seja compartilhada pelos moradores para auxiliar nas buscas. Segundo o órgão, o material está sendo impresso e será distribuído nos municípios vizinhos, com intuito de auxiliar nas investigações. O Conselho Tutelar ainda solicitou aos comerciantes  que exponham em seus estabelecimentos o cartaz.

Conselho Tutelar / Divulgação

Informativo distribuído em municípios do norte do RS e nas redes sociais Conselho Tutelar / Divulgação

Quem tiver informações sobre o paradeiro de Rafael deve entrar em contato com a Polícia Civil pelo telefone (55) 3794-1340, com a Brigada Militar pelo 190 ou com o Conselho Tutelar pelo (55) 37942050 ou (55) 99696-1574.

Fonte: Gaúcha ZH

Compartilhar

Deixe uma resposta