Pão mais antigo do mundo tem receita de 14 mil anos revelada por arqueólogos

0

Migalhas carbonizadas foram encontradas em deserto da Jordânia; cientistas acreditam que o cultivo de cereais para fazer pão pode ter sido impulso para início da agricultura.

Pegue a farinha feita de trigo e cevada selvagens, misture com raízes trituradas de plantas, adicione água e asse.

Segundo os cientistas, essa é a receita do pão mais antigo do mundo, com mais de 14 mil anos.
Seu formato para assar seria parecido com o de um pão achatado e o gosto parecido com o do pão multigrãos dos dias atuais.

Nossos antepassados podem ter usado esse pão para enrolar a carne ao assá-la. Assim, ele também pode ter sido o sanduíche mais antigo.

“Esta é a primeira evidência que temos do que poderíamos chamar de cozinha, com um produto misto de alimentos”, diz o professor Dorian Fuller, da UCL (University College London), à BBC News.

“Eles têm pães ázimos (sem fermento) e têm gazela assada e assim por diante, e isso era algo que estavam usando para fazer uma refeição.”

O pão tem sido parte da nossa dieta básica, mas pouco se sabe sobre as origens da panificação.

Até agora, a mais antiga evidência de pão datava de 9 mil anos, da Turquia.

Mas arqueólogos acabam de descobrir evidências de panificação feita há 14 mil anos em um sítio arqueológico no deserto negro da Jordânia.

Segundo relato publicado na revista cientítica PNAS, os cientistas descobriram dois edifícios, cada um contendo uma grande lareira de pedra circular dentro da qual foram encontradas migalhas de pão carbonizadas.

Analisadas com microscópio, as amostras de pão tinham sinais de moagem, peneiramento e amassamento.

A doutora Amaia Arranz-Otaegui, da Universidade de Copenhague, que descobriu os restos do pão, disse que isso era a última coisa que esperavam encontrar no local.
“O pão é um elo poderoso entre nossas culturas alimentares passadas e presentes”, diz ela. “Isso nos conecta com nossos ancestrais pré-históricos.”

O alimento teria sido feito em vários estágios, incluindo “moer cereais e tubérculos para obter farinha fina, misturar farinha com água para produzir massa e assar a massa nas cinzas quentes de uma lareira ou em uma pedra quente.”

Receita do pão jordaniano de 14 mil anos atrás

O preparo começa com farinha de trigo e de cevada selvagem. Em seguida, acrescenta-se as raízes de plantas selvagens que crescem na água.

Aos ingredientes, mistura-se com água para virar uma massa, que depois é assada em pedras quentes ao redor do fogo.

Fonte: GLOBO G1

Compartilhar

Deixe uma resposta