O motivo que fez Anderson aceitar reduzir o valor a ser recebido

0

Pedro Ernesto – Anderson aceitou uma quantia menor do que os R$ 6 milhões que poderia receber.

O negócio acertado entre Inter e Anderson foi bom para as duas partes. O jogador recebia R$ 500 mil por mês, mais R$ 100 mil dos direitos de imagem. Ou seja, custava ao clube R$ 600 mil mensais.

Ele aceitou receber 31 parcelas de RS 133 mil. O montante final será de R$ 4.123.000. Segundo um dirigente do clube, o volante aceitou reduzir o valor que tinha de ganhar por estar interessado em sacar cerca de R$ 1,6 mi do seu fundo de garantia.

Ficou bom para o Inter, que diminui o valor de uma dívida importante, consegue empurrar seu pagamento com a barriga e ganha folego para investir agora. É bem melhor pagar as dívidas em suaves prestações nesse momento de imensa dificuldade financeira.

Para Anderson, o acordo também é bom. O jogador recebe e fica livre para continuar sua carreira em outro clube. Afinal, ele tem apenas 29 anos. Se quiser, ainda pode render em outro lugar.

Fonte e Fotos: GaúchaZH

Compartilhar

Deixe uma resposta