Menina de 6 anos morre atropelada por carro desgovernado em que garoto brincava

0

Adolescente de 13 anos ouvia música e brincava dentro do carro. Veículo desgovernado atropelou 3 crianças que estavam na frente de uma igreja que era inaugurada no bairro.

Uma criança morreu e outras duas ficaram feridas após serem atropeladas por um carro, na noite dessa quarta-feira (25) no Bairro Marajoara 2, em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá.
O veículo era dirigido por um adolescente, de 13 anos. Ele brincava no automóvel e ligou o veículo, que saiu desgovernado em marcha ré atropelando as três crianças, todas meninas.
O acidente ocorreu às 19h no cruzamento das Ruas 19 e 37. Ocorria a inauguração de uma igreja evangélica e o local estava movimentado.
Segundo testemunhas o carro estava estacionado. O adolescente de 13 anos ouvia música e ligou o veículo. Como o automóvel estava engatado em marcha ré, deu um ‘tranco’.
O adolescente teria se assustado e acelerado. O carro foi em direção à igreja, atropelou três crianças e bateu num poste de sinalização.

Vítimas
 
As três vítimas, de 4, 6 e 14 anos, foram levadas ao Pronto-Socorro Municipal de Várzea Grande (PSMVG). A menina de 6 anos morreu durante o atendimento médico.
A criança de 4 anos foi transferida durante a madrugada desta quinta-feira (26) para o Pronto-Socorro Municipal de Cuiabá (PSMC). Ela passou por cirurgia e está internada em estado grave. A menina mais velha continua internada no PSMVG.

O adolescente
 
O adolescente que causou o acidente quase foi linchado pelas testemunhas. Uma pessoa chegou a agredi-lo com pedradas na cabeça, e outras, que estavam na igreja, socorreram o menino que foi encaminhado para uma casa.
Depois disso, guardas municipais foram chamados e levaram o menino para atendimento médico no PSMVG.
Assustado e chorando, o menino ficou ferido na cabeça e no rosto. A mãe dele o acompanhou até o hospital.
O caso foi atendido pela Delegacia Especializada de Delitos de Trânsito (Deletran-MT), que deve apurar o acidente.

Fonte e Fotos: G1 

Compartilhar

Deixe uma resposta