Jogadores da dupla Gre-Nal fazem visita especial a crianças com câncer: “Lição de vida

0

Durante o dia Internacional da Luta Contra o Câncer na Infância, Rodrigo Moledo, Tréllez, Matheus Henrique e Jean Pyerre participaram do encontro

Quatro jogadores da dupla Gre-Nal levaram mais alegria e carinho aos pacientes do Instituto do Câncer Infantil (ICI) nesta sexta-feira, internados no Hospital de Clínicas, em Porto Alegre. A visita especial contou com a presença de Rodrigo Moledo e Tréllez, pelo Inter, e Jean Pyerre e Matheus Henrique, pelo Grêmio.

O encontro faz parte de uma ação do ICI com os atletas no Dia Internacional da Luta Contra o Câncer na Infância. Para todos que estiveram presentes, a tarde desta sexta foi diferente, com um ambiente tomado de muita alegria e emoção.

O jovem Jean Pyerre contou que foi a primeira fez que fez esse tipo de ação como jogador do Grêmio. Mas segundo Eduardo, pai do jogador segurança do hospital, o encontro já estava sendo planejado, para que o atleta pudesse ter uma “outra visão de mundo”. E depois de conversar e brincar com as crianças, o meia gremista não teve como esconder a emoção.

– É muito emocionante. Podemos conhecer um pouquinho de cada um. Querendo ou não são crianças que tem sonhos assim como eu, outras crianças, como os adultos também tem. É bem marcante para a ge gente. Você vê que independente de tudo eles estão com um sorriso no rosto e procurando se divertir. Levamos como aprendizado. Olhar a vida por outra forma. Às vezes as nossas dificuldades não são nada perto do que eles têm – relatou Jean Pyerre.


Jean Pyerre, do Grêmio, posa para foto com João Pedro, de três anos — Foto: Lucas Bubols

Ao se aproximar de um dos meninos, Rodrigo Moledo se abaixou e perguntou o time do coração. Envergonhado, o menino João Pedro ficou sem resposta. Prontamente a mãe, Inajara Silveira, disse: “Ele é colorado”. O zagueiro ficou mais uns minutos brincando com a criança e trazendo palavras de força para a mãe.

Durante a visita, o médico Lauro José Gregianin, chefe da unidade interna de oncologia pediátrica do Hospital de Clínicas, pediu a atenção de todos para fazer um discurso. Com a voz trêmula, agradeceu a presença de todos e salientou que os pacientes se espalham muito nos atletas, principalmente pela vontade de vencer que demonstram.

Durante o discurso, Matheus Henrique conversava com duas crianças e perguntou se ambas assistam aos jogos do Grêmio. Depois do papo, o volante conta que os próximos treinamentos e partidas serão diferentes, principalmente pela lição motivacional que teve.

– Perguntei se eles assistam aos jogos do Grêmio, eles disseram “sim, sim, a gente acompanha daqui”. Pô, como falei, é uma lição de vida. Tenho certeza que para mim, a cada treinamento, cada jogo, vou lembrar disso daqui. Vai ser muito motivacional – disse Matheus Henrique.

Recém-chegado ao Inter, o colombiano Tréllez conta que já fez visitas como essas e gosta de colaborar quando pode. Mesmo que não tenha filhos ainda, o atacante tem certeza que aprendeu uma lição de vida nesta tarde e passará o aprendizado quando for pai.

– É um dia diferente. Ainda não tenho filhos, mas estar aqui passa um filme pela cabeça. São crianças indefesas, não viveram muito, não tiveram oportunidades de ter muitas coisas. É difícil passar por isso que estão passando, acho que ninguém deveria passar por isso. São coisas do mundo, temos que saber levar. Espero que quando tiver filhos, possa mostrar a eles essa parte humana que meus pais me passaram muito. Gosto bastante de fazer esse tipo de visitas – contou Tréllez.

Criado em 1991, o Instituto do Câncer Infantil é uma organização sem fins lucrativas que tem como objetivo aumentar as chances da cura do câncer infanto-juvenil. É por meio da instituição que os pacientes contam com apoio pedagógico, psicológico, nutricional, odontológico e exames especiais. Em torno de 300 famílias são atendidas atualmente, com apoio assistencial.

* Colaborou Lucas Bubols

Fonte: Globo Esporte


Compartilhar

Deixe uma resposta