Grêmio vence ‘confronto direto’ com o Galo e entra no G4 do Brasileirão

0

 

Em Porto Alegre, o Grêmio recebeu o Atlético-MG e, com uma bela apresentação, conquistou outra vitória no Brasileirão. O time de Renato Gaúcho venceu por 2 a 0 e agora ocupa a quarta colocação, com 23 pontos. Já o Galo aparece em terceiro com a mesma pontuação, mas vantagem nos critérios de desempate.

Na próxima rodada, o Grêmio encara o Vasco, no Rio de Janeiro. Já o Galo visita o Palmeiras, no Allianz Parque. Os dois jogos acontecem no domingo.

O duelo

Dentro de casa, o Grêmio tomou as rédeas do jogo e sufocou o Atlético-MG. Através da rápida troca de passe na entrada da grande área, o Tricolor se aproximava do gol e não deixava o rival passar do meio-campo.

O primeiro lance de perigo veio com Everton. Após triangulação de André e Luan, o atacante recebeu em ótima condição, deixou Gabriel no chão e bateu cruzado. Victor defendeu, Fábio Santos se atrapalhou na hora de afastar e dividiu a bola com Ramiro para evitar o primeiro gol.

Nos minutos finais da etapa inicial o Tricolor ainda teve nova oportunidade. Desta vez com Maicon. O volante apareceu livre na entrada da grande área e chutou de bico. Bem colocado, Victor se esticou todo e tirou com a ponta dos dedos para escanteio.

No segundo tempo o panorama continuou o mesmo. O time de Renato Gaúcho tinha a posse de bola e envolvia a marcação do Galo. Porém, o gol saiu na bola aérea. Na cobrança de escanteio, Bressan subiu no primeiro pau e empurrou para o gol de Victor.

Sem sofrer nenhum tipo de incomodo na defesa, o Grêmio continuava melhor e o segundo gol saiu com naturalidade. Luan cobrou a falta rápido, Léo Moura cruzou e André entrou de cabeça para ampliar.

Com muita dificuldade de jogar no ataque, o Atlético-MG pouco fazia dentro de campo e escapou de levar o terceiro em cobrança de pênalti. De maneira infantil, Fábio Santos puxou a camisa de Everton e o árbitro apontou para a marca da cal. Luan chamou a responsabilidade, mas acertou a trave direita de Victor.

Com a vitória definida, Renato Gaúcho levantou a torcida na casa dos 30 minutos quando colocou o meia Douglas, que estava sem jogar há um ano e meio por conta de lesão no joelho.

Fonte: Lance

Compartilhar

Deixe uma resposta