Derrota não pode inviabilizar projeto com jovens gremistas

0

Luiz Zini Pires – Time recém-formado sente a falta de experiência, de preparo físico e de ritmo de jogo, mas consegue revelar o futuro da camisa tricolor

Dois jogos, seis pontos. Do total, os garotos gremistas conquistaram um. Sofreram seis gols em 180 minutos. Navegam no pé da tabela do Gauchão depois de duas rodadas, ainda incompletas, e quatro dias de competição.  Viajam ao Interior na quarta-feira  (24). Visitam o Avenida, em Santa Cruz do Sul

O projeto gremista de ocupar os garotos  criados na base não pode ser colocado na prateleira depois de uma sequência de insucessos, contando os de 2017. Nos dois jogos mais recentes, janeiro de 2018,  as falhas nasceram nos pés (e mãos) dos mais experientes.

Leonardo fez gol contra em Ijuí, depois da expulsão de Paulo Miranda. Bruno Grassi falhou com um goleiro atrapalhado na derrota para o Caxias, na Arena. O treinador César Bueno errou na escalação inicial e nas mudanças. Na partida, a defesa gremista sofreu quatro gols de bola parada.

O time inteiro sentiu a maior experiência dos serranos e um o preparo físico carente. A temporada recém-começou.

É começo de temporada e foi também o primeiro jogo dos discretos Madson e Alisson, mas é preciso ver mais, oferecer doses de paciência e apoiar. O primeiro mês do futebol está só na metade.

Mendonça, Guilherme Guedes, Balbino, Matheus, Jean Pyerre, Isaque e Pepê merecem mais minutos e total atenção dos que mandam no clube. Juntos, em um mesmo e desentrosado time, talvez não encontrem o caminho da vitória. Mas todos têm potencial, algo que ficará mais visível quando os jovens assumirem um posto entre os jogadores que Renato comanda nos treinos e nas partidas.

Fonte e Fotos: GaúchaZH

Compartilhar

Deixe uma resposta