Chape demite o técnico Gilson Kleina e já negocia com Guto Ferreira

0

Treinador comandou o Verdão em 51 jogos e deixa a equipe com 54,2% de aproveitamento.

A sequência de sete jogos sem vitórias culminou na demissão do técnico Gilson Kleina. A decisão foi tomada na noite de hoje, após uma reunião realizada na sede da Chape, com a presença da diretoria e da alta cúpula da instituição. O treinador deixa o comando da equipe com 54,2% de aproveitamento. Em 51 jogos, foram 21 vitórias, 20 empates e 10 derrotas. A informação foi divulgada pelo Globoesporte.com na noite de hoje, através dos jornalistas Eduardo Florão e Pedro Rocha, e confirmada pela reportagem do Clic RDC.

Kleina perdeu força dentro do clube após a parada para a Copa do Mundo. Em seis partidas, o Verdão empatou quatro (Bahia, Santos, Grêmio e Sport) e perdeu dois (Corinthians e Botafogo). Sem manter um esquema tático em sequência, aliado a atuação de má qualidade de alguns atletas, a Chape figura na 16ª colocação, um ponto somente a frente do Santos, 17º colocado.

Rui Costa também é demitido

Após anunciar a demissão do técnico Gilson Kleina, a Chape oficializou também a saída do diretor-executivo Rui Costa. O dirigente foi o principal responsável por reestruturar o plantel após a tragédia aérea da Colômbia, mas não resistiu a pressão dos últimos jogos e acabou sendo demitido do cargo na noite de hoje.

Guto Ferreira é o mais cotado para assumir como técnico

Guto é o nome preferido dos torcedores nas redes sociais. Esta poderá ser a segunda passagem do técnico no comando do Verdão. “Gordiola”, como é carinhosamente conhecido pela torcida, foi treinador da Chape em 2015 e 2016. Na época, comandou 49 jogos pelo Verdão conquistando 23 vitórias, 19 empates e nove derrotas.

Para o lugar de Rui Costa, até o momento, o clube ainda não anunciou nenhum substituto.

Fonte e Foto: Clic RDC

Compartilhar

Deixe uma resposta